Johan Henryque
Nas mãos marcadas de tinta, guardei a chave de outro mundo
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos


Olympia
 
Ao Sul de Paris
 
Dizem-me para acordar cedo
Esquentar a chaleira
Esperar...
Mandam-me servir
Cada xícara
Pintada a mão
 
Sento perto a janela
Percorrendo o olhar
Pelas árvores da floresta
Na velha casa ao sul de Paris
 
A chuva brinda nossos sorrisos
Abraça os suspiros calorosos
Ali, em cada onda de vapor
Encontrei mais uma parte de mim
O degustar da erva-doce, do amor.
 
 
Manu (1998)


Villeneuve

 
Johan Henryque
Enviado por Johan Henryque em 19/09/2018
Alterado em 19/09/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
As Crônicas de Vahl Hallen - O Despertar R$14,99
Noah Flint R$25,99