Johan Henryque
Nas mãos marcadas de tinta, guardei a chave de outro mundo
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos


Centelha
 
A vida transformou-se em sombras
O trem que parte, mas não volta
Os sonhos, agora esquecidos
Como seu reflexo, no espelho
 
Uma perfeita sincronia
Entre momentos e lembranças
Cada sentimento, sucumbindo
Sendo arrancado do peito
Sem perdão
 
Os vivos brindam o destino
Enquanto saciam a morte
Com as lágrimas da alma
 
Para o desespero, correm
Todos que já perderam
A esperança em si mesmos
Aqueles que deixaram
A centelha s
e apagar

 
 
Johan Henryque
Enviado por Johan Henryque em 28/04/2018
Alterado em 29/04/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
As Crônicas de Vahl Hallen - O Despertar R$14,99
Noah Flint R$25,99