Johan Henryque
Nas mãos marcadas de tinta, guardei a chave de outro mundo
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos


Outrora,
 
   Saudade daquele tempo não tão distante, onde as horas pareciam passar devagar, quando ser sonhador era simples e pouco requeria de nós. Saudade dos momentos que se prendem na memória, das voltas de bicicleta, dos amigos imaginários, de pelúcia ou de pele, com olhos curiosos ou garras afiadas.
   Saudade do prazer das descobertas, do sorriso alegre e envolvente a cada nova história dos avós. Das aventuras por lugares que hoje, já se tornaram rotina, ou desapareceram. Tudo isso, jamais será apagado.
   Saudade dos tombos, arranhões na carne, sem rasgar a alma. Machucados que curam com um beijo, sem a necessidade de um pote de antidepressivos ou uma faca embaixo do travesseiro.
   Saudade de brincar de vida, vestir de felicidade brinquedos destruídos, como se fosse fácil apagar as dores, as cicatrizes. Colecionar apenas sorrisos em vidros folgados, deixando espaço para as lágrimas que viriam com o tempo.
   A saudade é que define esse vazio de inocência, o anseio por esquecer que os monstros são os humanos que nos cercam. A vontade de acreditar na bondade outra vez, sentir o calor de um abraço sem medo do inverno que é a solidão.
 
Johan Henryque e Cintia da Silva
Enviado por Johan Henryque em 02/02/2018
Alterado em 12/02/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Noah Flint R$25,99
Publicados:
Noah Flint (2017)

Próximos Projetos:


As Crônicas de Vahl Hallen I (2018)
Villeneuve (2019)
As Crônicas de Vahl Hallen II (2020)
Estandarte (2021)
As Crônicas de Vahl Hallen III (2022)
O Mistério Na Floresta (2023)
Estandarte II (2024)
Fênix (2025)
Site do Escritor criado por Recanto das Letras