Johan Henryque
Nas mãos marcadas de tinta, guardei a chave de outro mundo
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos



Diário Xadrez

Perdido No Tempo
 
 
   Não posso dizer que aprendi a viver quando jovem, na verdade, muitas coisas foram apenas para experimentar grande parte das sensações da vida, o que todo adulto não daria para voltar no tempo?
   Infância é de fato, um parque de diversões, temos todas as condições de aprender e conhecer todos os conceitos vitais para conviver em um mundo de desordem constante, porém, o que fazemos é ser, crianças, claro, esse é o momento.
   Esse conflito interno é como ter de realizar uma prova contra a vontade, mesmo sabendo que a vida não se preocupa com nossas notas, o que vale, é o esforço em geral, e claro, o caráter. Considero muito frustrante saber que as pessoas não têm uma confiança plena em si mesmas, o que no início, me fez pensar que era tão esquisito ser sonhador e desajeitado.
   Hoje, percebo como é válida a sensação de mistério, ao criar imensurável de desejos e anseios, talvez seja um mar de contradições e histeria, não importa. Faço da vida, uma página em branco, mas deixo para trás as canetas, minha história, não pode ser escrita.
 
 
Johan Henryque
Enviado por Johan Henryque em 13/08/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
As Crônicas de Vahl Hallen - O Despertar R$14,99
Noah Flint R$25,99